Pesto de Baru

Publicado por em jul 9, 2006 em Molhos, Pastas e Patês | 1 comentário

O pesto original, da região da Liguria, Itália, é feito com mangericão, pinoli, grana padano e azeite de oliva extra virgem. É o meu molho favorito, e a adaptação à realidade local fica excelente:

Ingredientes

  • 50g de castanha de baru torradas e descascadas (o que usei o Baru de Pirenópolis, que está na Arca do Gosto Slow Food)
  • 2 maços de mangericão (comprei agroecológico, do Assentamento Padre Bernardo – DF)
  • 50g de queijo de minas curado ralado
  • azeite de oliva extra virgem
  • sal

Modo de fazer

  • triture as castanhas de baru no liquidificador, usando a função “pulsar”
  • lave bem as folhas de mangericão, separando dos cabinhos mais grossos, e coloque no liquidificador.
  • adicione 4 colheres de sopa de azeite e misture tudo, usando a função “pulsar” do aparelho.
  • coloque junto o queijo ralado, mais azeite e volte a misturar.
  • Adicione azeite até conseguir que o liquidificador bata o conteúdo sem muita dificuldade, mas sem deixar muito líquido
  • Adicione sal a gosto
  • Coloque em um recipiente (pode ser um pote de vidro de geléia reutilizado), e guarde na geladeira.

Observações

  • O baru é a castanha do Cerrado. Outras castanhas (caju, do Brasil) também podem ser utilizadas, dando resultados diferentes.
  • O azeite de oliva é importante para o sabor do molho e deve ser de boa qualidade, de preferência extra virgem. Você pode substituir por outro óleo, mas pode perder um pouco de sabor ou, se for um óleo muito aromático, obter um pesto diferente.
  • Este molho é muito aromático, e não precisa ser aquecido. Uma colher de sobremesa é suficiente para cada prato de massa cozida.
  • Fica muito bom com pão, em sanduíches.
Experimente suas próprias variações da receita, e me conte os resultados.
Share on TwitterShare on Tumblr

Um Comentário

  1. Vi sua palestra no Senac de Santo Amaro-
    Comida do passado-Saúde do presente,fiquei
    encantada com a sua pessoa e com sua habilidade
    de conhecer tantos alimentos e alguns nunca vi.
    Parabens pelo seu trabalho.
    Um abraço.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>